• Alessandra Mateucci

CIVP - Cartão Internacional de Vacinação ou Profilaxia.



Você já ouviu falar sobre o CIVP? É o Cartão Internacional de Vacinação ou Profilaxia para ingressar em alguns territórios. Isso mesmo!

A apresentação do CIVP, documento que comprova a vacinação contra a febre amarela, é necessária sempre que você vá viajar para países que exigem tal comprovação. A lista dos países com risco de transmissão da febre amarela e dos países que exigem a vacinação preventiva é publicada e atualizada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e é sujeita a alterações periódicas.

Hoje, são mais de 100 países que exigem o CIVP, e a lista deles você confere no site da Anvisa. Fique atento, houve uma atualização na lista em agosto deste ano (2018) e o Panamá, Nicarágua, Venezuela e Cuba agora exigem o CIVP! Não vai programar tudo, desembarcar e ser mandado de volta por não tê-lo, ein?! Vale, inclusive, pra escalas, tá?!

É no site da Anvisa que você inicia o procedimento para adquirir seu CIVP. É bem simples, não tem prazo de validade e é gratuito (só eu achei um milagre alguma coisa expedida pelo nosso governo ser gratuita? rs).


Dois detalhes importantes:

a. as unidades emissoras do CIVP não aplicam a vacina. Portanto, chegue vacinado e com no mínimo, dez dias antes da viagem.

b. o CIVP só é emitido pra aqueles que tomaram a dose inteira (única) da vacina. A dose fracionada tá sendo adotada em SP, RJ e BA. Se você não mora nesses estados, com certeza você tomou a dose única.


Vamos ao passo ao passo:


1. Fazer seu cadastro no Sistema de Viajantes da Anvisa: no site da autarquia acesse a página de saúdo do viajante e forneça os dados solicitados. Há requerimento para anexar documentos, mas ouvi o atendente dizer que não é necessário! Efetuado o cadastro, você deve agendar (no próprio site) o atendimento presencial nas unidades emissoras. Aconteceu comigo: não consegui agendar (site com problema) e fui assim mesmo, me atenderam sem problema, com um simples encaixe entre os agendados para o dia.


2. Comparecer ao estabelecimento que emitirá o CIVP: aqui em Brasília fui na unidade do aeroporto, mas existem outras no Guará, Asa Norte e Asa Sul - no site da Anvisa você confere os endereços e telefones de cada Estado. O atendimento foi super rápido (e olha que eu não estava agendada): 15 minutos e meu CIVP estava em mãos. Você não pode pegar pro coleguinha ou pro crush, ok? Tem que ir pessoalmente!


3. Documentação necessária para o atendimento presencial:


a. Documento de identificação original com foto (RG, Passaporte ou Carteira Nacional de Habilitação).

b. Cartão nacional de vacinação (com a data de administração, fabricante e lote da vacina, assinatura do profissional que realizou a aplicação e identificação da unidade de saúde).


Aqui em Brasília, a unidade da Anvisa do Aeroporto fica no corredor de Órgãos Públicos, desembarque internacional.

A pergunta que sempre se repete: vacina de febre amarela tem validade?


Em 2014 a Organização Mundial da Saúde (OMS) mudou a orientação quanto ao prazo de validade de 10 anos da vacina e concluiu que o reforço não é necessário. No início desse ano (2018) o Brasil adotou a recomendação da OMS. Então, se você já tomou a vacina contra a febre amarela alguma vez na vida, não precisa renovar, ok?!


Informações gerais:


1. Vacina contraindicada? você não pode tomar a vacinar? Vai precisar, então, apresentar um atestado médico de isenção de vacina (em inglês ou francês), preenchido e assinado pelo profissional de saúde. No site da Anvisa tem o modelo!

2. Perdeu seu cartão de vacina? Vá até a unidade em que tomou a vacina e solicite a segunda via.

3. Viajante menor de 18 anos? crianças a partir de 9 meses já precisam da vacina e do CIVP para visitar países que exigem o documento. Os pais ou responsáveis podem retirar o CIVP em seu nome, desde que seja o mesmo adulto que assinou o passaporte.

4. Viagem urgente? Vá direto à uma das unidades emissoras para obter o CIVP. Foi o meu caso (deixei pra última hora, confesso, rs). Fiz o cadastro na própria agência e fui encaixada.

5. Perda ou extravio do CIVP? Já tem o CIPV e ele foi perdido ou extraviado? Vá numa agência emissora e peça uma cópia gratuita do documento. Se estiver fora do País, procure o consulado brasileiro.

É isso! Vai viajar pra fora do Brasil? Confira se o destino exige o CIVP, ok?!

26 visualizações

Brasília | DF

amateucci@gmail.com

2018

criado por

Alessandra Mateucci

  • Instagram